Mogadíscio

Funcionário da OMS morre em ataque na Somália

Na noite de sexta-feira (9), um comando de sete combatentes islamitas atacou o Pearl Beach Hotel, localizado na orla de Mogadíscio

Mogadício é a capital e a maior cidade da SomáliaMogadício é a capital e a maior cidade da Somália - Foto: Reprodução/internet

Um funcionário da Organização Mundial da Saúde (OMS) morreu em um ataque de islamitas radicais shebab a um hotel na capital da Somália, Mogadíscio, anunciou o diretor-geral da instituição, Tedros Adhanom Ghebreyesus, neste domingo (11).

Na noite de sexta-feira (9), um comando de sete combatentes islamitas atacou o Pearl Beach Hotel, localizado na orla de Mogadíscio.

De acordo com a polícia somali, seis civis morreram, e outros dez ficaram feridos, durante o cerco de seis horas. Três membros das forças de segurança também morreram na ofensiva.

"Estou com o coração partido por perder um funcionário da OMS no recente ataque em Mogadíscio", escreveu Tedros Adhanom Ghebreyesus, no Twitter.

"Condenamos todos os ataques contra civis e trabalhadores humanitários", acrescentou.

Os shebab assumiram a autoria do ataque, afirmando que visavam a um local frequentado pelas autoridades.

Esse grupo trava, há mais de 15 anos, uma insurreição contra o governo federal.

Veja também

Maior apreensão de cigarros contrabandeados do País é feita pela Polícia em SP
Contrabando

Maior apreensão de cigarros contrabandeados do País é feita pela Polícia em SP

Polônia aumentará gastos com Defesa para 5% do PIB, diz ministro
Economia

Polônia aumentará gastos com Defesa para 5% do PIB, diz ministro

Newsletter