Com show da base, Náutico goleia Salgueiro por 4x0

Com a vitória na Arena de Pernambuco, Timbu reassumiu a liderança do Campeonato Pernambucano

Lances de Náutico x Salgueiro, pelo PernambucanoLances de Náutico x Salgueiro, pelo Pernambucano - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

O time era reserva, repleto de atletas da base, com dois estreantes entre os profissionais e sem entrosamento por conta do pouco tempo de treino. Mas foi nesse contexto em que o Náutico construiu sua vitória mais folgada no Campeonato Pernambucano 2018. Em noite inspirada dos pratas da casa, o Timbu goleou o Salgueiro por 4x0, na Arena de Pernambuco, reassumindo a liderança da competição.

Qualquer planejamento inicial feito por Náutico ou Salgueiro durou apenas 21 minutos. Essa foi a duração do jogo com os 22 atletas em campo. Após falta dura em Cal, Peu recebeu o cartão vermelho direto. A vantagem numérica do Timbu foi rapidamente diluída. Christiano acertou um carrinho em Piauí e também foi embora mais cedo do confronto. Uma expulsão para cada lado e todo mundo insatisfeito com o árbitro Tiago Nascimento dos Santos.

Com mais espaço para jogar, a partida ficou mais veloz. Uma consequência melhor aproveitada pelos mandantes. Odilávio teve a chance de fazer um gol de placa na Arena, mas a bicicleta parou em Mondragón. Minutos depois, o goleiro não conseguiu salvar o Carcará. Hygor foi derrubado na área por Piauí. Pênalti que Júnior Timbó cobrou e converteu para fazer 1x0.

O “lá e cá” tomou conta da metade final do duelo. Dadá, de fora da área, quase empatou para o Salgueiro. A resposta alvirrubra foi mais eficaz. Rafael Assis cruzou e Rafael Ribeiro só escorou para balançar as redes. O atacante foi novamente garçom minutos depois, em passe preciso para Robinho anotar 3x0. Para abrilhantar ainda mais a noite inspirada dos garotos da base, Odilávio bateu cruzado e fechou o placar em 4x0.

Ficha técnica

Náutico 4

Bruno; Hygor, Rafael Ribeiro, Camacho e Richard; Christianno, Cal (Luiz Henrique) e Júnior Timbó (Jobson), Clebinho (Rafael Assis), Robinho e Odilávio. Técnico: Roberto Fernandes

Salgueiro 0

Mondragon; André (Tamandaré)(Escuro), Maurício, Luiz Eduardo e Izaldo; Pêu, Jaildo e Fabiano (Alexson); Willian Anicete, Piauí e Dadá. Técnico: Paulo Júnior

Local: Arena de Pernambuco (São Lourenço da Mata/PE)
Árbitro: Tiago Nascimento dos Santos. Assistentes: Ricardo Bezerra Chianca e John Andson Alves Ribeiro
Gols: Júnior Timbó (aos 45 do 1ºT), Rafael Ribeiro (aos 13 do 2ºT), Robinho (aos 21 do 2ºT) e Odilávio (aos 32 do 2ºT)
Cartões amarelos: André, Dadá, Mondragón (S); Robinho, Luiz Henrique (N)
Cartão vermelho: Christianno (N); Peu , André (S)
Renda: R$ 7.265,00
Público: 1.009 torcedores

Veja também

Com classificação encaminhada, Martelotte garante seriedade: "Não vamos relaxar nem desconcentrar"
Santa Cruz

Com classificação encaminhada, Martelotte garante seriedade: "Não vamos relaxar nem desconcentrar"

Santa Cruz vence Botafogo/PB por 1 a 0 e alcança marca histórica de 27 pontos na competição
Série C

Santa Cruz vence Botafogo/PB por 1 a 0 e alcança marca histórica