Bistrô

Terceiro homem mais rico do mundo compra clássico bistrô francês fundado há um século

O anúncio foi feito por meio de um comunicado do conglomerado

 O texto diz que o bistrô irá se juntar à divisão Hospitality O texto diz que o bistrô irá se juntar à divisão Hospitality - Foto: Reprodução/Internet

O grupo LVMH, que detém as marcas de luxo tais como a Louis Vuitton e Möet et Chandon, e é controlado por Bernard Arnault, terceiro bilionário mais rico do mundo, anunciou a participação majoritária de um famoso restaurante francês chamado Chez L’Ami Louis, fundado em 1924 em Paris.

O anúncio foi feito por meio de um comunicado do conglomerado. O texto diz que o bistrô irá se juntar à divisão Hospitality Excellence da LVMH. A divisão conta com empreendimentos como o Cheval Blanc Paris, um hotel cinco estrelas de 72 quartos que também fica na capital francesa.

Dados da Forbes indicam que Arnault possui uma fortuna de US$ 194,2 bilhões, ficando atrás apenas de Jeff Bezos (US$ 206,3 bilhões), e Elon Musk, o líder entre os bilionários no mundo com US$ 213,1 bilhões de patrimônio.

"Joia parisiense"
Segundo uma reportagem da CNN sobre a compra do bistrô, uma pessoa próxima a Arnault disse que o bilionário é apaixonado por preservar partes da "identidade e expressão" cultural de Paris.

"A LVMH trabalhará para preservar o caráter único e a identidade familiar do restaurante e continuará a apoiar seu savoir-faire e expertise franceses", informa o comunicado da empresa. O tamanho da participação da LVMH no negócio não foi informado.

Veja também

Homem morto em atentado contra Donald Trump é identificado, diz governador da Pensilvânia
ataque a tiros

Homem morto em atentado contra Donald Trump é identificado, diz governador da Pensilvânia

Serviço Secreto dos EUA nega acusações de que teria recusado proteção adicional para Donald Trump
comício na Pensilvânia

Serviço Secreto dos EUA nega acusações de que teria recusado proteção adicional para Donald Trump

Newsletter