Coluna Movimento Econômico

Recife ganha Hub Brasil China para facilitar negócios entre países

O HBC ficará sediado no edifício do Softex, um dos símbolos do Porto Digital, no Bairro do Recife

China fica mais perto para pernambucanosChina fica mais perto para pernambucanos - Foto: divulgação Hub Brasil China

 
Nesta quinta-feira, será inaugurado, no Recife, o Hub Brasil China (HBC). A solenidade tem início às 21h, num evento que será espelhado com sua unidade irmã situada na cidade chinesa de Macau. O horário aproveita o início do expediente comercial no país asiático para a uma demonstração, em tempo real, dos serviços que serão prestados tanto aos brasileiros quanto aos chineses.

A iniciativa é do Grupo Teleport, comandado pelo empresário Gildo Neves Baptista Jr. Após realizar três missões para a China, Neves entendeu que era necessário um suporte local para que os empresários pudessem dar prosseguimento aos contatos estabelecidos em território chinês. Assim, ele idealizou um coworking que oferecerá um cardápio de serviços que inclui desde agendamentos de reuniões com empresas chinesas até apoio com a burocracia do país estrangeiro.

“O que estamos criando é mais do que um escritório compartilhado, é uma plataforma que vai ajudar empresários dos dois países e fazerem negócios”, explica Gildo Neves, acrescentando que quem precisar fazer alguma reunião com empresas do país asiático, por exemplo, poderá contar com o serviço de uma concierge que fica em Macau para intermediar os contatos e fazer a tradução simultânea nos encontros virtuais. Também existe a possibilidade de apoio para aquisição de produtos ou mesmo checar se uma empresa é idônea ou não.

Sediado no edifício do Softex, um dos símbolos do Porto Digital, no Bairro do Recife, o hub ficará sob a liderança do CEO Luís Othon Bastos. “O HBC tem por objetivo desempenhar um papel estratégico no estreitamento dos laços entre empresários brasileiros e o mercado chinês e vice-versa”, reforça Jefferson Linconn, diretor executivo do hub.

As atividades projetadas para ajudar as empresas a navegar no mercado chinês e estabelecer conexões para realizar negócios envolvem ainda missões para a China. A próxima está programada para outubro e contempla encontros de negócios com empresários locais, seminários e palestras, visitas técnicas a empresas e canais de distribuição, capacitação e preparação para entrar no mercado chinês.

 Ferrovia

Hoje, completa um mês da licitação para escolher a empresa que fará os projetos executivo e básico do trecho pernambucano da Ferrovia Transnordestina. Mas até agora não se sabe quem saiu vencedor.  

Desclassificadas

A estatal Infra S.A. desclassificou as duas primeiras colocadas por não cumprimento dos requisitos exigidos - Geosistemas Engenharia e Planejamento e a Estratégica Engenharia. Agora será analisada a documentação da terceira colocada, a empresa baiana Nova Engevix Engenharia e Projetos. A obra foi iniciada em 2006 e está abandonada desde 2016.

Núcleo de Inovação
Será nesta quinta (20), às 14h, na sede do Novo Mundo Empresarial, no Paiva, o sexto encontro especial do Núcleo de Inovação do Cabo de Santo Agostinho. A Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo do Cabo e o Sebrae unem forças para esta primeira etapa da interação entre diferentes agentes, desde empresas, governo e educação, além de outras organizações, em um ambiente para o desenvolvimento de tecnologias e de networking.
 

Leia também no Movimento Econômico:

Brasil se torna pioneiro na produção de combustível sustentável para aviação

H2V: o que é o projeto da Arhyze, que prevê investir R$ 2 bi em Suape?

Eólica Babilônia Centro, na BA, avança com investimento superior a R$ 3 bi

 

 

Veja também

Infraestrutura em Pernambuco: um passivo que ameaça o futuro
Coluna Movimento Econômico

Infraestrutura em Pernambuco: um passivo que ameaça o futuro

Carros elétricos dão salto de 288% no Brasil
Coluna Movimento Econômico

Carros elétricos dão salto de 288% no Brasil

Newsletter