ciência

Sono: por que temos a sensação de estar caindo quando adormecemos?

Chamado "espasmo hipnótico", o fenômeno do sono é comum, inofensivo e atinge até 70% das pessoas

SonoSono - Foto: Pexels/Reprodução

Provavelmente você já acordou assustado devido à sensação de estar caindo ao pegar no sono. Embora nada agradável, o fenômeno é comum, mas intrigante.

Diante disso, o médico Anthony Youn, cirurgião plástico holístico nos EUA, publicou em sua conta no TikTok, que conta com quase 9 milhões de seguidores, um vídeo explicando a causa desses espasmos repentinos ao adormecer e deu dicas para evitá-lo.

No TikTok, Doctor Youn, conhecido como @doctoryoun, esclareceu seus quase nove milhões de seguidores sobre esse fenômeno chamado "espasmo hipnótico".

 

@doctoryoun Why does your body jerk as you're falling asleep? #hypnicjerk #sleep Video credit: @Barbie original sound - Doctor Youn

"Isso é chamado de espasmo hipnótico, que são contrações musculares involuntárias quando você está adormecendo. Uma explicação é que quando seus músculos relaxam enquanto você está caindo no sono, seu corpo interpreta como se você estivesse caindo" diz em vídeo que já conta com mais de 2 milhões de visualizações.

Isto poderia explicar por que realmente parece que estamos caindo. Ainda segundo Youn, é possível prevenir essa sensação.

— Uma maneira de prevenir isso é evitar a cafeína ou fazer exercícios várias horas antes de ir para a cama — recomenda.

De acordo com a Sleep Foundation, os espasmos hipnóticos – também chamados de início do sono – são contrações musculares repentinas e involuntárias que alguém pode sentir ao adormecer. Eles ocorrem justamente na transição entre a vigília e o sono.

"Os espasmos hipnóticos acontecem aparentemente aleatoriamente quando você adormece e normalmente afetam apenas um lado do corpo, como o braço esquerdo e a perna esquerda", diz a fundação.

Ainda não se sabe exatamente o que causa esses espasmos, mas, assim como Youn, a Sleep Foundation afirma que o consumo excessivo de cafeína e estimulantes, exercícios vigorosos antes de dormir, estresse emocional e privação de sono aumentam a probabilidade desses episódios.

Embora seja uma sensação assustadora, a Sleep Foundation ressalta que esse fenômeno é absolutamente comum e não traz nenhum risco para a saúde.

"Os espasmos hipnóticos podem ser perturbadores, mas não são perigosos. Até 70% das pessoas experimentam espasmos hipnóticos", diz a fundação.

Portanto, para o espasmo hipnótico em especial não há necessidade de procurar um médico. Se tiver dúvida se o que você sente é um espasmo hipnótico ou não, a fundação explica: os espasmos hipnóticos ocorrem durante a transição da vigília para o sono e acontecem rapidamente.

No entanto, a fundação alerta que certos sintomas semelhantes a espasmos hipnóticos podem exigir avaliação médica. São eles: espasmos musculares frequentes e contínuos ao longo do dia que se irradiam para outras áreas do corpo e outros tipos de movimentos bruscos durante o sono.

Veja também

Sheila Jackson Lee, ativista antirracista, morre aos 74 anos
luto

Sheila Jackson Lee, ativista antirracista, morre aos 74 anos

Bukele se reúne com congressistas republicanos dos EUA em El Salvador
conflito

Bukele se reúne com congressistas republicanos dos EUA em El Salvador

Newsletter