Coluna Movimento Econômico

Modelo de negócio do Polo de Confecções do Agreste é replicado  

Localizada no município de Glória do Goitá, a Escola de Moda Giral formou a primeira turma de empreendedoras

Polo de Confecções do Agreste é exemplo de empreendedorismo  Polo de Confecções do Agreste é exemplo de empreendedorismo  - Foto: Marlon Diego/ Divulgação/ (SDEC).

O Polo de Confecções do Agreste se tornou um modelo de negócio replicável. Na Zona da Mata de Pernambuco, a ONG Giral criou um curso para repassar as lições de sucesso e resiliência do cluster, que tem Caruaru como principal cidade. A iniciativa conta com apoio da Brasilseg, empresa da BB Seguros, holding que concentra os negócios do Banco do Brasil na área de securitização.

Como mostrou o portal de notícias Movimento Econômico, há poucos dias, a parceria voltada para garantir uma alternativa econômica a mulheres historicamente ligadas à agricultura familiar e à indústria da cana-de-açúcar, evoluiu para um projeto com estrutura física: a Escola de Moda Giral, localizada no município de Glória do Goitá, a 65 km do Recife.

A primeira turma formou 60 alunas com idade entre 60 e 80 anos. O presidente da Giral, Leonildo Moura, explica que o objetivo da escola não é apenas prover ensino técnico na área de modelagem, corte e costura. Segundo ele, a lição mais importante do Polo do Agreste está no legado de empreendedorismo e capacidade de organização, já que o centro fabril e comercial surgiu a partir de uma feira, a da Sulanca, no centro de Caruaru.


Hub Plural
O coworking Hub Plural, que tem DNA pernambucano, inaugurou três novas unidades: o BV Corporate, em Boa Viagem, o Hub Plural Petrolina e a primeira unidade em Fortaleza. Todos funcionando em soft open.

Rastreabilidade na pecuária
A Masterboi foi eleita para o conselho estratégico do Grupo de Trabalho de Fornecedores Indiretos (GTFI), o principal fórum para monitoramento da origem da carne. O grupo reúne representantes de empresas da cadeia pecuária e tem como objetivo ampliar a rastreabilidade do gado para os fornecedores indiretos no país.
 
Etanol
Na safra passada, as duas usinas do Grupo JB, em Pernambuco e Espírito, produziram 70 mil metros cúbicos de etanol, destinados ao atendimento do mercado interno e a exportações para três continentes: América, Europa e África. O produto, carro-chefe da empresa, tem ficado mais forte no portfólio diante do cenário de descarbonização da economia, conforme a diretora executiva Carolina Beltrão. O Grupo JB acaba de completar 60 anos.

Aniversário
Os 40 anos de franchising da Bob’s, primeira rede de fast food e de franquias de alimentação do Brasil, será celebrado durante a ABF Franchising Expo 2024, em São Paulo, com estande especial localizado na entrada do evento. Para 2024, a rede planeja inaugurar 120 pontos de venda no país, gerando aproximadamente 1.500 empregos diretos. Em tempo: a Bob 's inaugurou há poucos dias sua primeira unidade numa rodovia estadual. Fica no Recife Outlet, às margens da BR-232, em Moreno.

Toque regional
O Restaurante Mangai, em Boa Viagem, aproveita a temporada junina para lançar café da manhã especial, aos domingos, das 8h às 10h30. Investe em mais de 60 itens de buffet, além de pratos à la carte. A casa funciona na cidade desde 2020 e emprega cerca de 80 colaboradores diretos.

Milho
Neste São João, o Novo Atacarejo espera comercializar um milhão de espigas de milho em suas 30 lojas, em Pernambuco e na Paraíba.
 

Leia também no Movimento Econômico:

Brasil detém só 18% de patentes sobre flora endêmica da Mata Atlântica

Sertão Vivo: PE terá R$ 300 milhões da parceria BNDES-ONU

Veja também

Carros elétricos dão salto de 288% no Brasil
Coluna Movimento Econômico

Carros elétricos dão salto de 288% no Brasil

Marcos Madureira, da Abradee, diz que energia vai ficar mais cara com novos subsídios
ENERGIA

Marcos Madureira, da Abradee, diz que energia vai ficar mais cara com novos subsídios

Newsletter