Futebol

Brasil fica no empate com Estados Unidos em último teste antes da Copa América

No próximo dia 24, Brasil volta a entrar em campo, desta vez diante da Costa Rica, pela competição continental

Rodrygo foi o autor do gol do Brasil contra os Estados UnidosRodrygo foi o autor do gol do Brasil contra os Estados Unidos - Foto: Rich Storry / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Getty Images via AFP

Agora é para valer. A Seleção Brasileira fez, na noite desta quarta-feira (12), seu último jogo preparatório para a disputa da Copa América 2024. Depois de bater o México, por 3x2, na semana passada, o Brasil ficou no empate com os Estados Unidos, por 1x1, em confronto realizado no Camping World Stadium, na cidade de Orlando, na Flórida.

Presente no Grupo D, o time comandado por Dorival Júnior estreia na competição continental no próximo dia 24, às 22h, diante da Costa Rica. 

Coisas a corrigir no Brasil

Apesar de seguir invicto à frente da Seleção, o técnico Dorival Júnior terá coisas a corrigir para a participação na Copa América. Principalmente na zaga. Nos quatro jogos com o treinador, o Brasil só não foi vazado contra a Inglaterra, em março.

No recorte, foram seis gols sofridos, a maioria deles por conta dos espaços cedidos para os adversários. Contra os Estados Unidos, o tento anotado pelos donos da casa foi de falta, após falha de Alisson. Pulisic cobrou no canto onde estava o arqueiro brasileiro. 

O ataque, por sua vez, tem sido o ponto positivo da equipe. A tendência é que o trio Raphinha, Vinícius Júnior e Rodrygo seja o titular na Copa América. Diante dos norte-americanos, inclusive, tal formação infernizou a defesa adversária nos 45 minutos iniciais com uma movimentação intensa.

Vini perdeu pelo menos três grandes chances. Raphinha, de longe, quase fez um golaço. Porém, coube a Rodrygo, aos 17 minutos, fazer 1x0, após passe de Bruno Guimarães. O camisa 10 tocou na saída do goleiro Turner. 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por CBF Seleção Brasileira de Futebol (@cbf_futebol)

Segundo tempo sem gols

Na etapa complementar, Dorival apostou na entrada de Douglas Luiz para ter mais segurança na retaguarda e, consequentemente, uma transição melhor entre defesa e ataque. Com os Estados Unidos mais retido, o Brasil era responsável pelas principais investidas ofensivas, mas faltava eficiência na finalização. Com a entrada de Endrick, aos 20 minutos, o camisa 9 botou Turner para trabalhar logo em sua primeira ação em campo. 

Já com Martinelli e Savinho nas vagas de Raphinha e Rodrygo, respectivamente, Vinícius Júnior voltou a desperdiçar novas oportunidades. Em rara escapada, os EUA quase surpreenderam em finalização de Pulisic, mas o confronto terminou mesmo empatado na Flórida. 

Ficha do jogo

Brasil 1
Alisson, Danilo, Marquinhos, Beraldo e Wendell; João Gomes (Douglas Luiz), Bruno Guimarães (Andreas Pereira) e Lucas Paquetá (Endrick); Raphinha (Savinho), Vinícius Júnior e Rodrygo (Gabriel Martinelli). Técnico: Dorival Júnior.

Estados Unidos 1
Turner; Scallly (Moore), Chris Richards, Ream e Antonee Robinson; McKennie, Musah (Adams) e Reyna (Johnny); Weah (Aaronson), Pepi (Balogun) e Pulisic. Técnico: Gregg Berhalter.

Local: Camping World Stadium (Flórida/EUA)
Gols: Rodrygo, aos 17' do 1T (BRA); Pulisic, aos 25' do 1T (EUA)
Cartões amarelos: João Gomes (BRA); Richards (EUA)

Veja também

Sport começa mal, reage no segundo tempo, e empata com o América-MG pela Série B
Sport

Sport começa mal, reage no segundo tempo, e empata com o América-MG pela Série B

Olimpíadas Paris 2024: Presidente do Comitê Organizador promete Jogos 'espetaculares'
Olimpíadas Paris 2024

Olimpíadas Paris 2024: Presidente do Comitê Organizador promete Jogos 'espetaculares'

Newsletter