Futebol

Em dia inspirado de Richard, Náutico fica apenas no empate com o Ceará

Resultado de 0x0 nos Aflitos impediu o Timbu de vencer a primeira como mandante na Copa do Nordeste

Náutico ficou no 0x0 com o CearáNáutico ficou no 0x0 com o Ceará - Foto: Gabriel França/CNC

O Náutico não tem conseguido fazer valer a força dos Aflitos na Copa do Nordeste. Depois da derrota por 1x0 para o Botafogo-PB, o Timbu voltou a tropeçar em casa, agora no empate em 0x0 com o Ceará, nesta quarta (14). Richard foi o algoz dos alvirrubros, com uma série de defesas impressionantes. Com o resultado, os pernambucanos estão em segundo no Grupo B, com quatro pontos, mas podem perder algumas colocações ao término da rodada.

Vagner e Richard disputaram no primeiro tempo para ver quem fazia mais milagres para os respectivos times. O goleiro do Náutico começou com a vantagem, protagonizando duas grandes defesas em finalizações de Barceló e Saulo Mineiro. O do Ceará não ficou atrás, fechando o gol nos chutes de Leandro Barcia - que ainda acertou o travessão - e de Júlio César.

Travessão como inimigo

O zagueiro Robson Reis era um dos mais inseguros do Náutico, errando muito no tempo de bola e nas tentativas de desarme. Ainda assim, no final do primeiro tempo, foi o defensor quem quase virou o herói da noite. Após escanteio, o camisa 37 subiu alto e cabeceou, acertando o travessão (novamente o inimigo alvirrubro). No rebote, Paulo Sérgio mandou por cima.

No desejo de melhorar a pontaria, o Náutico passou a ter mais preciosismo antes de finalizar. Decisão que por vezes fez o time desperdiçar boas chances de arriscar contra o gol de Richard. 

Aos 28, após cruzamento, a bola passou por todo mundo na área e encontrou Rafael Vaz livre de marcação. O zagueiro pegou de primeira, mas parou em uma defesa espetacular de Richard. Dez minutos depois, o camisa 1 operou outro milagre. Thalissinho recebeu passe pela esquerda, saiu na cara do gol, mas a finalização esbarrou no goleiro do Ceará.

A insistência dos alvirrubros não foi premiada com um gol. Melhor no jogo, o Náutico esbarrou na grande atuação de Richard e segue sem vencer como mandante no Nordestão. 

Ficha técnica

Náutico 0

Vagner, Arnaldo, Rafael Vaz, Robson Reis (Guilherme Matos) e Luiz Paulo; Marcos Júnior, Marco Antônio e Patrick Allan (Thalissinho); Leandro Barcia (Kauan Santos), Júlio César (Evandro) e Paulo Sérgio. Técnico: Allan Aal

Ceará 0

Richard; Jonathan, Lucas Ribeiro, David Ricardo e Paulo Victor; Jean Irmer (Boateng), Caio Rafael (Jotavê) e Léo Rafael (Steven); Janderson, Saulo Mineiro (João Vitor) e Facundo Barceló (Pablo). Técnico: Vagner Mancini.

Local: Estádio dos Aflitos (Recife/PE)
Árbitro: Paulo José Souza Mourão(MA). Assistentes: Elson Araújo da Silva (MA); Rafael Costa Pinheiro (MA); Hugo Soares Dias (PE).
Gols: Nenhum
Cartões amarelos: Marco Antônio, Rafael Vaz (N); Richard, Paulo Vitor, Steven, Janderson (C)
Público 6.008 torcedores
Renda R$ 97.199,00

 

Veja também

Jogadoras da seleção feminina de futebol visitam jovens do Parque Santos Dumont, em Boa Viagem
Seleção Feminina

Jogadoras da seleção feminina de futebol visitam jovens do Parque Santos Dumont, em Boa Viagem

Náutico bate Costa Rica-MS e conquista primeiros pontos no Campeonato Brasileiro de Futsal
Futsal

Náutico bate Costa Rica-MS e conquista primeiros pontos no Campeonato Brasileiro de Futsal

Newsletter