Chile

Ataque de cães "ferais" deixa 23 animais mortos em zoológico no Chile

Cervos e pavões-reais foram encontrados sem vida dentro de suas jaulas no domingo

Ataque de cães selvagens pode ter causado morte de animais em zoológico chilenoAtaque de cães selvagens pode ter causado morte de animais em zoológico chileno - Foto: Divulgação

O ataque de três cães "ferais" - ou selvagens - ocasionou a morte de 21 cervos e dois pavões-reais no interior de um zoológico municipal no centro do Chile, informaram as autoridades locais nesta segunda-feira (10).

Os animais foram atacados no domingo dentro de suas jaulas "por cães ferais", cuja origem "está sendo determinada na investigação", declarou Valeria Melipillán, prefeita da cidade de Quilpué, a 130 km de Santiago.

Durante a madrugada, os cães teriam escavado a terra para chegar às jaulas dos animais, matando-os em seguida.

O zoológico de Quilpué, na região de Valparaíso, tem quatro hectares de extensão e abriga 549 animais no total. O ataque acontece quando o país discute uma lei para permitir o abate de cães ferais, responsáveis por diversos ataques mortais à fauna silvestre e a humanos nos últimos anos.

Um projeto que permitiria a caça de qualquer cão que nasceu ou retornou a seu estado selvagem, "vivendo sem supervisão ou controle direto de seres humanos", foi rechaçado por uma maioria arrasadora em abril, em seu primeiro trâmite na Câmara dos Deputados.

A iniciativa é defendida por diversos ativistas ambientais, que denunciam graves consequências à fauna nativa causadas por cães ferais.

Veja também

"Cheiro perturbador": Crise sanitária em Gaza força moradores a viver entre pilhas de lixo
MUNDO

"Cheiro perturbador": Crise sanitária em Gaza força moradores a viver entre pilhas de lixo

Quem são os Hinduja, família mais rica do Reino Unido, investigada por tráfico humano
MUNDO

Quem são os Hinduja, família mais rica do Reino Unido, investigada por tráfico humano

Newsletter