OPINIÃO

Reflexão

Minha alegria é  imensa nesse momento.

Escrever é uma das coisas que mais gosto de fazer.

Quando recebi o convite de um dos diretores da  Folha de Pernambuco,  do senhor José Américo Lopes Góis, para escrever alguma coisa para o jornal, fiquei feliz de uma maneira! No primeiro momento, me perguntei ansiosa e entusiasmada: "Como vou escrever?"  "E sobre o quê ?"  

Mas não me demorei nessas interrogações.

Falou bem mais alto em mim a satisfação pelo recebimento do convite. 

Mexendo nas coisas que ando rabiscando, achei o assunto ideal para o texto que ia escrever . Ei-lo :

O Ser Humano

O que Deus  (Perdõe - me Ó Deus , se estiver sendo volúvel , usando seu nome com essa, digamos assim, "intimidade ") tem de misterioso, o ser humano tem de complexo. Onde encontro as razões para falar sobre isso?  Em mim mesma. Nas minhas emoções, no que eu penso,  e no meu modo de agir. Às vezes fico espantada com as coisas com que me deparo, nesse sentido. Deus do Céu!  Mas, atenção:  A disparidade , nessas questões  (nas que dizem respeito a mim), não tem nada a ver com com o Bem e o Mal. Quer dizer, nesse sentido, sempre estive do lado do Bem.

Veja também

Como as cidades-esponja podem evitar tragédias como a do RS
OPINIÃO

Como as cidades-esponja podem evitar tragédias como a do RS

Autoestima estética: a importância dos motivos certos na transformação pessoal
OPINIÃO

Autoestima estética: a importância dos motivos certos na transformação pessoal

Newsletter