ceará

Cid Gomes declara apoio a senadora do PT que Ciro chamou de "assessora de assuntos de cama"

Janaína Farias é pre-candidata em Crateús; irmãos Ferreira Gomes estão rompidos desde o ano passado e encabeçam grupos políticos distintos no Ceará

Racha em família: Ciro e Cid GomesRacha em família: Ciro e Cid Gomes - Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

Em mais um capítulo de divergência em relação ao seu irmão, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT), o senador Cid Gomes (PSB) declarou apoio à pré-candidatura da também senadora Janaína Farias (PT) à prefeitura de Crateús, no Ceará. Em abril deste ano, Ciro Gomes se referiu à senadora enquanto "assessora de assuntos de cama" durante uma entrevista à rede "A Notícia do Ceará".

Apesar do histórico de ofensas de seu irmão com a parlamentar, Cid Gomes fez um aceno para Janaína durante o Congresso Municipal do PSB que ocorreu em Cratéus neste sábado.

"Na minha cabeça, o nome que a gente tem como futuro de Crateús é o da Janaína, que está hoje como senadora, sentando do ladinho um do outro lá no Senado. A Janaína, não fala duas palavras que ela fale que uma delas não seja Crateús. Pense numa pessoa que realmente se preocupa, olha, tem atenção, tem gosto e tem disposição de servir" disse o senador.

O apoio de Cid representa mais uma diferença entre o parlamentar e seu irmão, que questionou a competência da parlamentar petista para ocupar uma cadeira no Senado:

"Quem está assumindo o Senado Federal hoje? Sabe qual é o serviço prestado para ir ao lugar de Virgílio Távora, de Tasso Jereissati, de Mauro Benevides, de Patrícia Saboya, que tinha uma longa história de políticas sociais, pioneira da política de creche? Aí vai agora a assessora para assuntos de cama do Camilo Santana para o Senado da República? Onde é que nós estamos?" disse o ex-governador.

Em entrevista ao Globo, Janaína caracterizou a declaração de Ciro Gomes enquanto machista. O Ministério Público também denunciou o ex-ministro por violência de gênero.

"Fiquei extremamente indignada. Apesar de conhecer o histórico deste senhor, não acreditava que pudesse chegar tão baixo. Misoginia, machismo e violência política de gênero parecem ser o único aprendizado que ele teve ao longo do tempo" reagiu a senadora.

Briga na família Gomes
Desde 2022, Cid e Ciro começaram a discordar sobre decisões políticas. Na época da eleição, o senador defendia a aliança com o PT para a eleição do governador Elmano de Freitas, mas Ciro defendia a candidatura própria de Roberto Cláudio, que terminou derrotado.

No ano passado, as divergências continuaram na mesma toada, sobre o apoio ao PT. Em outubro, em encontro do PDT no Rio, os ânimos se exaltaram e os irmãos quase chegaram as vias de fato. Após a reunião, a ala de Cid iniciou um movimento de debandada e hoje está, em grande parte, no PSB.

Os outros irmãos da família Ferreira Gomes que possuem cargos políticos tomaram o lado de Cid. O prefeito de Sobral Ivo Gomes e a deputada estadual Lia Gomes migraram com o senador para o PSB.

Veja também

"Atentados são contra as pessoas de bem e conservadoras", diz Bolsonaro ao comentar ataque a Trump
tiros na Pensilvânia

"Atentados são contra as pessoas de bem e conservadoras", diz Bolsonaro sobre Trump

Pesquisadora vê "ataque à democracia" após aprovação de PEC na Câmara

Pesquisadora vê "ataque à democracia" após aprovação de PEC na Câmara

Newsletter