SAÚDE

Doença de Crohn: entenda problema que ex-Menudo Adrián Olivares, que morreu aos 48 anos, tinha

Após diagnóstico da Doença de Crohn, cantor passou por uma cirurgia e teve complicações

Adrián Olivares, ex-Menudo, morreu aos 48 anos Adrián Olivares, ex-Menudo, morreu aos 48 anos  - Foto: Reprodução

O ex-Menudo Adrián Olivares, morreu na última segunda-feira, aos 48 anos. O cantor havia sido diagnosticado uma semana antes com a doença de Chron, uma síndrome gastrointestinal crônica, grave, que atinge as paredes do intestino.

O artista, então, passou por uma cirurgia e teve complicações, que ocasionaram na morte dele.

A doença de Crohn é uma síndrome gastrointestinal crônica que, em geral, atinge o intestino delgado e o cólon, mas pode afetar outras partes do trato gastrointestinal.

Considerada grave e fator de risco para o câncer de intestino, ela não manifesta uma razão específica para o desenvolvimento de seu quadro. Dentre os principais sintomas está a diarreia crônica.
 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Folha de Pernambuco (@folhape)

Doença de Crohn x Colite ulcerativa
Devido ao comportamento parecido, em muitos casos a doença de Crohn é confundida com a colite ulcerativa. Ela recebeu o nome de um dos autores de um dos primeiros artigos publicados sobre a doença, em 1932.

Quais os sintomas da doença de Crohn?
Entre os sintomas da doença de Crohn estão alguns sinais muito comuns em outras condições que afetam o trato gastrointestinal. Por isso, é necessário procurar um médico que realizará os exames necessários para formar o diagnóstico. São alguns dos sintomas:

Diarreia crônica;

Dor abdominal;

Perda de peso;

Febre;

Sangramento retal;

Fístulas (pequenos canais que conectam indevidamente partes do intestino)

Além disso, em alguns casos, a doença de Crohn pode apresentar sintomas que não estão ligados ao trato gastrointestinal, como:

Artrite;

Aftas;

Olhos inflamados, vermelhos, feridos e sensíveis à luz;

Desenvolvimento de erupções cutâneas ou doenças fúngicas dolorosas e avermelhadas nas pernas.

Como é o diagnóstico da doença de Crohn?
De acordo com a Associação Brasileira de Colite Ulcerativa e Doença de Crohn, o diagnóstico da doença ocorre após a realização de testes laboratoriais, exame físico e análise do histórico clínico do paciente.

A confirmação do diagnóstico e determinação do local afetado é feita por meio de exames radiológicos raio-x do trânsito intestinal, ultrassom, tomografia e ressonância e endoscópicos colonoscopia, enteroscopia, cápsula endoscópica, endoscopia alta e biópsia.

Qual o fator de risco para a doença de Crohn?
A doença de Crohn tem maior incidência no período entre os 20 e os 30 anos, mas pode acometer pessoas de qualquer idade.

Como é o tratamento da Doença de Crohn?
O tratamento tem como objetivo conter a inflamação. O cuidado médico adequado à doença de Crohn é essencial, devido ao risco de desenvolvimento de condições gastrointestinais mais graves.

A depender do impacto da doença, em casos agudos, o paciente pode ser submetido à cirurgia e, também, à utilização de medicamentos imunosupressores. De modo geral, é necessário se manter afastado do tabagismo e estar atento à alimentação, que não pode incluir alimentos gordurosos. Atividades físicas também são recomendadas de forma moderada e é importante evitar situações de estresse.

Doença de Crohn tem cura?
A doença de Crohn não tem cura definitiva. Os medicamentos utilizados no tratamento da doença têm a intenção de manter os sintomas amenizados e a inflamação controlada.

Fontes: Ministério da Saúde e Associação Brasileira de Colite Ulcerativa e Doença de Crohn.

Veja também

Homem morto em atentado contra Donald Trump é identificado, diz governador da Pensilvânia
ataque a tiros

Homem morto em atentado contra Donald Trump é identificado, diz governador da Pensilvânia

Serviço Secreto dos EUA nega acusações de que teria recusado proteção adicional para Donald Trump
comício na Pensilvânia

Serviço Secreto dos EUA nega acusações de que teria recusado proteção adicional para Donald Trump

Newsletter