pet

Quanto tempo um gato demora para esquecer seu dono? Entenda o complexo funcionamento da mente felina

Esses mascotes têm uma mente mais complexa do que se imagina

Gatos não costumam esquecer facilmente se um humano ou outro animal, como um cão, os faz se sentir ameaçadosGatos não costumam esquecer facilmente se um humano ou outro animal, como um cão, os faz se sentir ameaçados - Foto: Steven Van Elk / Pexels

A ideia de que os gatos são menos afetuosos com seus donos em comparação com os cães é comum, mas não tem tanta verdade.

É certo que alguns têm um caráter particular e até algo distante com sua família, o que leva muitos a pensar que, devido a essa atitude, os felinos podem se esquecer de seus tutores durante uma viagem ou uma ausência prolongada.

No entanto, é importante saber que possuem uma boa memória e sua aparente indiferença pode ser porque estão concentrados em outras atividades, como uma de suas múltiplas sonecas diárias ou algo que chamou sua atenção.

Sobre isso, o médico veterinário Jacob Hawthorne comentou ao portal web The Dodo.

— Alguns gatos não correrão instantaneamente para você quando chegar em casa, mas isso não significa que não sentem sua falta ou não lembram de você. Isso dependerá da personalidade e da amabilidade do seu gato, mas acredita-se que a maioria dos gatos sente falta de seus donos quando eles vão embora, e sabemos que lembrarão de seus donos devido à força de sua memória — explica.

Ao mesmo tempo, no site especializado Experto Animal, foi abordada a crença popular de que os gatos não têm tanta memória, levando em consideração seus comportamentos algo frios e distantes com as pessoas com quem convivem.

+ Leia o nosso blog Folha Pet.

Sobre isso, revelaram que o cérebro dos felinos domésticos compreende um por cento de sua massa corporal e possui trezentos milhões de neurônios, enquanto os cães têm apenas cento e sessenta milhões deles.

Portanto, considera-se que os gatos têm boa memória e são capazes de lembrar detalhes essenciais de seu ambiente, como a localização de sua caixa de areia, sua cama, seus comedouros e até mesmo seu nome.

Além disso, podem reconhecer as pessoas com quem formaram vínculos e responder a suas vozes e rotinas.

Isso demonstra que, embora possam parecer distantes às vezes, não apenas lembram de seus donos, mas também se adaptam a seus hábitos e cuidados diários.

Como é a memória dos gatos?
Esses felinos têm tanto memória de curto prazo quanto de longo prazo. A primeira seria de cerca de 16 horas, enquanto a segunda poderia se estender a meses ou anos.

Por isso, desde o site escrito por profissionais, apontaram que as lembranças para os felinos dependerão de quão importantes são para eles.

Ou seja, se arranha os móveis constantemente, apesar de ser repreendido, é porque não lhe interessa a recomendação e a elimina de sua mente, pois gosta de fazer isso.

Por outro lado, não costumam esquecer facilmente se um humano ou outro animal, como um cão, os faz se sentir ameaçados.

Sua memória lhes permite lembrar experiências negativas, o que influencia seu comportamento futuro e sua atitude em relação àqueles que percebem como uma possível ameaça.

Essa capacidade de lembrar situações de perigo é uma adaptação que os ajuda a se manter seguros e evitar riscos desnecessários.

Por isso, aquelas pessoas que mantêm uma relação próxima com seu gato, baseada em carícias, brincadeiras e sendo quem lhe proporciona comida, é muito improvável que sejam esquecidas, mesmo que se ausentem por uma semana.

O vínculo afetivo que a mascote desenvolve com seus donos presentes em sua vida faz com que os sinta falta e espere ansiosamente seu retorno, embora às vezes não demonstre.

Veja também

Fuzil usado contra Trump, AR-15 foi a arma mais utilizada em chacinas nos EUA na última década
ataque

Fuzil usado contra Trump, AR-15 foi a arma mais utilizada em chacinas nos EUA na última década

Dia do Católico 2024: público celebra data com missa e shows, no Recife
RELIGIÃO

Dia do Católico 2024: público celebra data com missa e shows no Cais do Sertão, no Centro do Recife

Newsletter