JUSTIÇA

Julgamento de Guilherme José ouve quatro peritos e o réu neste quarto dia de júri popular no Recife

Homem é acusado de matar ex-esposa em colisão de carro contra árvore

Julgamento de Guilherme José Lira dos SantosJulgamento de Guilherme José Lira dos Santos - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Iniciado na última segunda-feira (10), chegou ao quarto dia o julgamento de Guilherme José Lira dos Santos na manhã desta-feira (13), no Recife, uma hora e quinze minutos após o previsto. O homem é acusado pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE) de ter assassinado a ex-esposa, Patrícia Cristina Araújo dos Santos, por meio de uma colisão de carro em uma árvore, em novembro de 2018. Para as próximas horas, quatro peritos criminais serão ouvidos. Na sequência, acontecerá o interrogatório ao réu

Na data do episódio que está sendo julgado, Patrícia Cristina tinha 46 anos e estava no banco do passageiro quando o veículo colidiu contra uma árvore na Rua Fernandes Vieira, no bairro da Boa Vista, região central do Recife. A mulher morreu, e Guilherme, condutor do veículo, sofreu ferimentos de grau leve. Ele foi preso em seguida.

Guilherme está sendo acusado de ter cometido homicídio qualificado, por “motivo torpe, mediante dissimulação ou recurso que dificulte ou torne impossível a defesa do ofendido''. Em júri popular, também está sendo levada em conta a condição de gênero da vítima, o que também pode classificar o crime como feminicídio.

Veja também

Prevupe 2024: inscrições para o pré-vestibular da UPE estão abertas; são 10.400 vagas em 48 polos
educação

Prevupe 2024: inscrições para o pré-vestibular da UPE estão abertas; são 10.400 vagas em 48 polos

Ministério autoriza envio da Força Nacional para o Mato Grosso do Sul
segurança pública

Ministério autoriza envio da Força Nacional para o Mato Grosso do Sul

Newsletter