EVENTO

Sílvio Neves Baptista recebe homenagem em forma de livro pelo Instituto dos Advogados de Pernambuco

IAP abriu o seminário bienal da entidade com lançamento da obra "Direito Civil na Contemporaneidade: Estudos em Homenagem a Sílvio Neves Baptista", com 40 artigos científicos escritos por autores de várias partes do Brasil

Sílvio Neves Baptista ladeado por Gustavo Ventura (IAP) e Torquato de Castro (FDR) durante discursoSílvio Neves Baptista ladeado por Gustavo Ventura (IAP) e Torquato de Castro (FDR) durante discurso - Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

Leia também

• Depois da OAB, defensores públicos também vão ao STF contra fim das "saidinhas"

• Seminário do IAP, que começa nesta quinta-feira (13), terá Sílvio Neves Baptista como homenageado

• Em audiência no STF, OAB considera ilegal uso de programas espiões

O Instituto dos Advogados de Pernambuco (IAP) abriu o seminário bienal da entidade, na noite desta quinta-feira (13), com o lançamento do livro “Direito Civil na Contemporaneidade: Estudos em Homenagem a Sílvio Neves Baptista”, no Salão Nobre da Faculdade de Direito do Recife (FDR). A obra, dividida em dois tomos com 1.300 páginas, traz 40 artigos científicos assinados por profissionais da área de várias partes do Brasil.

Em seu discurso, Sílvio Neves Baptista, o homenageado, relembrou sua trajetória como professor, atividade que começou a exercer doze meses depois de graduado, com apenas 22 anos, exatamente na FDR, e como jurista. Ele também destacou que a homenagem era especial em relação as outras que ganhou ao longo da vida.

“Todas as manifestações de apreço me envaideceram e me emocionaram enormemente. No entanto, sinto-me no dever de reconhecer que a que ora recebo do IAP para mim tem um significado muito especial, porque parte de uma instituição da qual fui presidente, ligada à minha atividade profissional e que há 173 anos vem dedicando-se a promover o estudo e a pesquisa de assuntos ao direito, colaborando com a atualização e aperfeiçoamento dos ordenamentos jurídicos”, disse o homenageado.

O autor do prefácio do livro, o desembargador e professor Jones Figueirêdo, ex-presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), disse que o título do livro foi muito feliz, porque Silvio é um jurista contemporâneo à realidade do Direito e às provocações que o Direito tem permitido. “É uma homenagem muito importante para o pensamento jurídico pernambucano. Renova-se a escola do Recife, que é civilística, com os grandes mestres a partir de Sílvio Neves Baptista”, disse o desembargador, que foi aluno do homenageado na FDR.

O presidente do IAP, Gustavo Ventura, que abriu o evento, ressaltou a importância de Sílvio para área jurídica de Pernambuco ao longo de mais de 50 anos dedicados à profissão não só como jurista, mas também como professor. "O Instituto dos Advogados de Pernambuco e a Faculdade de Direito do Recife têm o dever de contribuir com a cultura jurídica do Estado de Pernambuco. Essa homenagem ao professor Sílvio é um grande exemplo disso”, disse Ventura. 

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Pernambuco (OAB-PE), Fernando Ribeiro Lins, destacou que não teve o privilégio de ser aluno de Sílvio, mas teve a “grande satisfação de ter sido colega dele em alguns processos” e parabenizou o IAP pela iniciativa de homenageá-lo.

O desembargador Sílvio Neves Baptista Filho fez um discurso exaltando as qualidades profissionais e de pai do homenageado. “Falar do meu pai mexe com as lembranças da minha infância, adolescência e fase adulta. A personalidade minha e dos meus irmãos aqui presentes são frutos da junção que recebemos nos primeiros anos de nossas vidas somados às escolhas que de forma consciente e inconsciente fizemos. Todavia, a formação vem dos exemplos dele recebidos”, disse o desembargador.

Já o diretor da FDR, Torquato de Castro Júnior, convidado para uma conferência sobre Sílvio, disse que o homenageado é um dos maiores professores daquela instituição de ensino superior. “O professor Sílvio é um expoente da literatura jurídica brasileira e uma figura histórica, relevante que precisa sempre ser enaltecida, lembrada e dignificada”, disse Torquato.

Veja também

Após áudio clandestino, Bolsonaro mantém compromissos com pré-campanha de Ramagem no Rio
ELEIÇÕES

Após áudio clandestino, Bolsonaro mantém compromissos com pré-campanha de Ramagem no Rio

'Grampolândia': Renan Calheiros sugere que CPI da Covid foi atrapalhada por Abin paralela
INVESTIGAÇÃO

'Grampolândia': Renan Calheiros sugere que CPI da Covid foi atrapalhada por Abin paralela

Newsletter