Prisão

Polícia do Reino Unido prende suspeito de matar mulher e filhas de comentarista da BBC com besta

Vítimas são mulher e filhas de um comentarista de corridas da rádio BBC; ataque foi descrito como "direcionado"

Bandeira do Reino UnidoBandeira do Reino Unido - Foto: Pixabay

A polícia do Reino Unido disse, nesta quarta-feira, que um homem de 26 anos foi preso depois que a esposa e as duas filhas de um comentarista de corrida de rádio da BBC foram mortas com uma besta em um suposto ataque "direcionado". 

Kyle Clifford, 26, de Enfield, no norte de Londres, era procurado suspeito pela morte de três mulheres na cidade de Bushey, ao norte de Londres, na Inglaterra, na noite de terça-feira.

As vítimas foram Carol Hunt, esposa de 61 anos do comentarista de corridas da rádio BBC e Sky Sports, John Hunt, e suas duas filhas, Louise, 25, e Hannah, 28, disseram as emissoras.

Em um comunicado divulgado na quarta-feira, a polícia disse que Clifford, que foi encontrado pelos policiais em Enfield, "era conhecido das vítimas" e que nenhum outro suspeito estava sendo procurado.

Clifford estava "recebendo tratamento médico após ter sido encontrado com ferimentos", disse a polícia. A polícia local disse anteriormente que os policiais foram chamados a uma casa na cidade arborizada onde as três mulheres foram declaradas como mortas.

O superintendente-chefe Jon Simpson chamou isso de "um incidente horrível envolvendo o que atualmente se acredita ser uma besta, mas outras armas também podem ter sido usadas".

Uma escola primária na vizinha Enfield manteve as crianças dentro de casa durante a busca policial.

Não é necessária nenhuma licença para possuir uma besta no Reino Unido, mas é ilegal portar uma em público sem uma desculpa razoável.

A ministra do Interior, Yvette Cooper, chamou as mortes de "verdadeiramente chocantes" e disse que estava sendo mantida atualizada sobre o inquérito.

Uma porta-voz de seu departamento disse que a legislação estava "sob constante revisão e um pedido de evidências foi lançado no início deste ano para analisar se mais controles sobre bestas deveriam ser introduzidos".

Ela disse que o ministro "consideraria rapidamente as descobertas para ver se as leis precisam ser ainda mais rigorosas".

"Chocante"
A BBC Radio Five Live enviou uma nota à equipe chamando o incidente de "completamente devastador".

A Sky Sports Racing disse no X que a equipe estava "profundamente triste pelas mortes trágicas" e "nossos pensamentos estão com nosso colega John Hunt, sua família e amigos neste momento terrível".

Um vizinho descreveu ter ouvido gritos "estridentes" vindos da casa na terça-feira.

O homem de 46 anos que mora perto do local disse que houve "caos absoluto" e então explodiu quando policiais armados bloquearam a estrada.

"Tivemos policiais armados correndo, gritando 'fique em casa'", ela acrescentou.

Outro vizinho disse aos repórteres que as vítimas eram uma família unida. "Nós os víamos passar todos os dias e eles diziam bom dia", ela disse. "É realmente triste o que aconteceu, muito chocante."

Em março, um homem de 47 anos foi preso depois que duas pessoas ficaram feridas em ataques separados com besta na área de Shoreditch, em Londres.

Em outubro passado, Jaswant Singh Chail, 21, foi preso após ser encontrado no terreno do Castelo de Windsor, a oeste de Londres, com uma besta carregada.

Ele invadiu a residência real no dia de Natal de 2021 e disse à polícia que estava tentando matar a Rainha Elizabeth II.

Veja também

Trump diz: 'fui atingido por uma bala que perfurou a parte superior da minha orelha direita'
ATENTADO

Trump diz: 'fui atingido por uma bala que perfurou a parte superior da minha orelha direita'

Biden diz que 'não há lugar para esse tipo de violência' após tiroteio em comício de Trump
SOLIDARIEDADE

Biden diz que 'não há lugar para esse tipo de violência' após tiroteio em comício de Trump

Newsletter