Futebol

Iran ressalta melhora defensiva do Náutico na Série C

Timbu não foi vazado no empate em 0x0 diante da Tombense, na rodada passada, chegando ao segundo jogo sem sofrer gols na Série C

Iran, zagueiro do NáuticoIran, zagueiro do Náutico - Foto: Gabriel França/CNC

O sistema defensivo foi o ponto mais elogiado pelo técnico Bruno Pivetti após o empate em 0x0 do Náutico diante do Tombense, na rodada passada da Série C do Campeonato Brasileiro. Principalmente por conta do histórico preocupante da equipe na competição no quesito gols sofridos (14 em 11 jogos). Essa partida em questão foi apenas a segunda que o time ficou sem ser vazado na competição. Evolução que passou, na visão do treinador, pela chegada de dois reforços para o setor.



“A estreia de Deivity passou segurança. Não sofremos gols. Ele teve uma boa defesa no segundo tempo. Islan também demonstrou segurança. O jogo aéreo da equipe como um todo ganhou demais com a entrada dele. Por ter sido a primeira partida, foi uma grande estreia. Eles são jogadores que vão agregar ainda mais valor ao nosso grupo”, declarou o técnico.

O goleiro Deivity, que estava no CSA, veio para ocupar um espaço que já teve outros três nomes na meta. O primeiro foi Vagner, que deixou o clube após cinco jogos na Série C para se tratar de dores no joelho. Depois, veio Jeferson Romário, com três partidas disputadas. Mesmo número de Lucas Maticoli, o último a ocupar o gol antes do novo reforço desembarcar no Recife e estrear perante a Tombense.

Na zaga, Islan chegou para suprir as saídas de Rafael Vaz e Guilherme Matos. O defensor de 27 anos, ex-Novo Hamburgo, formou a zaga com Iran, com parceria que deve seguir adiante.

Por falar no companheiro de Islan, Iran ressaltou o empenho de todos do sistema defensivo na melhora do Náutico. "O fator principal é o desempenho de todos. A defesa começa lá pelo ataque. Tem de parabenizar todo o elenco. Agradecemos também a Bruno Pivetti que tem ajudado a gente a melhorar cada dia mais, vendo nossos erros e, nos treinos, podendo melhorar para evoluir", afirmou Iran.

O próximo jogo do Náutico é domingo (14), contra o Figueirense, nos Aflitos. O Timbu está em 12º lugar, com 13 pontos. O Figueira é o oitavo, com 18.  "É uma grande equipe. Vamos trabalhar em cima dos erros deles e ver o que o professor vai passar para a gente. Também quero aproveitar para convocar toda a torcida, que é nosso 12º jogador. Queremos que eles compareçam ao estádio, dando força para conseguirmos os nossos objetivos", completou.

O Náutico não perde em casa do Figueirense desde 2008, quando foi derrotado por 2x1, pela Série A. De lá para cá, o Timbu venceu todos os cinco jogos que atuou em seus domínios perante os catarinenses. 

Veja também

Flamengo x Criciúma e mais: confira onde assistir ao vivo aos jogos da Série A neste sábado (20)
Futebol

Flamengo x Criciúma e mais: confira onde assistir ao vivo aos jogos da Série A neste sábado (20)

Saiba como foi projetada a tocha olímpica, inspirada nos reflexos da Torre Eiffel sobre o rio Sena
OLIMPÍADAS

Saiba como foi projetada a tocha olímpica, inspirada nos reflexos da Torre Eiffel sobre o rio Sena

Newsletter